País que é líder mundial no ranking de livrarias por habitante, com mais de 2 mil lojas dedicadas aos livros, a Argentin..."/>

MINISTÉRIO DA CULTURA, PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO AND SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA PRESENT

COME AND EXPERIENCE
MANY STORIES.

news

Bienal do Livro bate recordes na edição desse ano

05/08/2015 em via O dia

Compartilhe:




País que é líder mundial no ranking de livrarias por habitante, com mais de 2 mil lojas dedicadas aos livros, a Argentina será a grande homenageada na 17ª Bienal Internacional do Livro, que absorve o gigantismo literário do país hermano e cresce em 2015 com números interessantes ao público. O evento, maior do gênero no Brasil, ocorrerá no Riocentro de 3 a 13 de setembro e contará com a presença de mais de 200 autores, recorde que se repete nas 27 participações estrangeiras.

A intensa programação, que no centro de convenções turbina os habituais debates, encontros literários e saraus, com ênfase no público jovem, se espalhará pela cidade com shows e exposições. Haverá apresentações de tango na Sala Cecília Meireles, e mostras no Museu Nacional de Belas Artes e na Biblioteca Parque Estadual, que receberá exposição dedicada à personagem Mafalda, célebre nas tiras de quadrinhos do cartunista argentino Quino. Entre os brasileiros, Mauricio de Sousa festejará seus 80 anos recebendo um prêmio literário, e terá sua trajetória e personagens homenageados em estande no Riocentro.

“A Bienal alcançou a classe de grandeza de eventos cariocas como o Carnaval, o Réveillon e o Rock in Rio, e temos que inovar e crescer. Será a maior de todas, com grade cultural enorme para todas as idades”, disse Marcos da Veiga Pereira, presidente do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL), na entrevista concedida para apresentar o evento, no Consulado da Argentina.

Ele afirmou que há 950 expositores confirmados, com público esperado de 600 mil pessoas, sendo 150 mil estudantes de escolas municipais e particulares.

O espaço físico para os estandes, auditórios e instalações temáticas é também o maior entre todas as edições anteriores, com a abertura dos jardins da praça central do Riocentro, e as áreas de maior atração aos visitantes ganharão instalações de arquitetura integrada aos propósitos de reflexão.

O estande Argentina, Cultura em Movimento, em formato que lembra as geleiras da Patagônia, e também o relevo das montanhas do Rio, vai concentrar as atividades do país homenageado. Estarão presentes 14 autores de peso argentinos, e estão previstas mais de 15 mesas redondas em temas variados.

Novidade na Bienal, o SarALL será um espaço aberto em parceria com a Festa Literária das Periferias (Flupp), reunindo poetas e grupos literários de partes diversas do país para trocar experiências, recitar poesias e textos, com microfone aberto à plateia. O Café Literário terá um espaço para autógrafos e encontros com grandes autores, e colocará na pauta temas como a polêmica das biografias. Já os Cubovoxes serão grandes cubos onde adolescentes e jovens adultos debaterão tendências de cultura e comportamento, com a presença de personalidades e autores.

Dedicado ao público infantil, o espaço Bamboleio terá visual baseado nos aros coloridos dos Jogos Olímpicos, e inúmeras atividades interativas, com bibliotecas, cabines de leitura, jogos e brincadeiras envolvendo a cultura de diversos países.

Café Literário vai abordar moda

O tango em diferentes vertentes vai representar a música argentina na Sala Cecília Meireles. O quinteto Ariel Ardit fará homenagem ao compositor Carlos Gardel, e o grupo contemporâneo Escalandrum tocará Astor Piazzolla com tintas de jazz.

Durante a Bienal, o Museu de Belas Artes vai apresentar a mostra Lo Que Se Ve, com fotografias da argentina Adriana Lestido, de temática social. Na Biblioteca Parque Estadual a atração será a mostra Mafalda En Su Sopa, dedicada à famosa personagem do cartunista hermano Quino. 
No Café Literário serão abordados temas como a crise no Brasil, as Olimpíadas, a cultura carioca nas letras e as manifestações populares. A editora de moda do DIA, Marcia Disitzer, dividirá uma das mesas com o estilista Ronaldo Fraga e a jornalista Maria Prata, que fará a mediação.

Na comitiva de autores argentinos há nomes como Diana Bellessi, Sergio Olguín e Claudia Piñero. Os temas dos debates visitam assuntos como o cruzamento de influências das literaturas argentina e brasileira, as histórias em quadrinhos e as relações da literatura argentina com o amor, o exílio, o cinema e o futebol.



Use the #EUAMOLER and #BIENALRIO hashtags and share your love for reading.

SPONSOR
entre letras sponsorship
LITERARY CAFÉ OFFICIAL PAPER
OFFICIAL SECURITY
e-commerce
CULTURAL SUPPORT
SUPPORT
digital area support
OFICIAL TRANSPORTATION
media partner
UNIVERSITY SUPPORT
REALIZATION
AGENTS & BUSINESS CENTER
ORGANIZED AND PROMOTED BY
INFORMATION, QUESTIONS AND
CUSTOMER SERVICE:

+55 21 2441-9348
Working hours: 13:00 to 19:00
contato@bienaldolivro.com.br
PRESS:
Approach Comunicação Integrada
21 3461-4616 - Ramal 133
Adriane Constante
bienal@approach.com.br
ADDRESS
Rua Salvador Allende 6.555
Barra da Tijuca · RJ
22783-127 · Brazil