Releases

nome Voltar

Bienal vai às escolas

Pela primeira vez, autores do festival estarão com alunos em salas de aula

Quase todo estudante carioca dos últimos 20 anos tem na lembrança uma visita escolar à Bienal Internacional do Livro Rio. Percorrer os pavilhões do Riocentro para fomentar o hábito da leitura e provocar a imaginação faz parte do calendário de muitas escolas públicas e particulares, que levam seus alunos para vivenciar a literatura, encontrar autores e conhecer as novidades. A Bienal quer transformar o Brasil por meio da leitura e, na edição deste ano, pela primeira vez, o maior evento literário do país vai extrapolar os pavilhões, levando autores brasileiros às escolas municipais, em uma parceria com a Secretaria Municipal de Educação do Rio. O projeto Bienal nas Escolas é mais uma preocupação social do festival e já estão confirmados nomes como Ana Maria Machado, Miriam Leitão, Thalita Rebouças e Nathalia Arcuri.

A Escola de Desenvolvimento Infantil (EDI) Eu Sou, na Praça Seca, abre a programação. A jornalista e economista Miriam Leitão vai fazer uma contação de histórias do livro “A perigosa vida dos passarinhos pequenos” para 120 crianças, com idade média de 5 anos. Um ator/personagem vai dar vida à narrativa da autora. O encontro acontece na próxima segunda-feira, dia 8, às 10h.

“A Bienal Internacional do Livro Rio tem como propósito ser uma plataforma de conhecimento e conteúdo para que os estudantes descubram infinitas possibilidades de sonhar, através dos livros e histórias. Há uma grande preocupação social para que todos os professores e estudantes da rede pública tenham acesso à Bienal como sendo um local de aprendizado. Por isso, também fizemos o caminho inverso e, pela primeira vez, decidimos levar autores para uma troca de experiências nas escolas, provocando o envolvimento dos alunos com a Bienal antes do festival em si. Nosso objetivo é que esse projeto siga nos próximos dois anos, até a próxima edição do evento”, afirma Tatiana.

Visitação Escolar

Desde a primeira edição da Bienal, um milhão e meio de estudantes visitaram o festival. Com o objetivo de aproximar os estudantes do universo literário, o projeto de Visitação Escolar é destinado exclusivamente aos alunos de 6 a 14 anos e seus acompanhantes de escolas públicas e particulares, que terão seis dias especialmente reservados e com benefícios diferenciados para uma visita mais confortável e organizada. Alunos de escolas públicas indicadas por secretarias de Educação parceiras visitam gratuitamente o festival. Este ano, mais de 50 mil alunos da rede pública farão essa visitação.

As inscrições já estão abertas pelo site www.bienaldolivro.com.br. São duas etapas: Inscrição e Agendamento. Para a primeira etapa, os professores deverão ter em mãos dados da escola, como CNPJ, endereço completo e informações sobre um responsável. Vale lembrar que estudantes identificados (Carteira de Estudante, Caderneta Escolar ou Declaração da Escola) terão direito à meia-entrada (R$ 15) e professores e bibliotecários, também identificados e com comprovação de profissão, terão direito à gratuidade.

BAIXAR PDF

Outros Releases

10/07/2019

Bienal vai às escolas | Pela primeira vez, autores do festival estarão com alunos em salas de aula

Apresenta
Patrocinador Master
Patrocínio E-commerce
Patrocínio Café Literário
Patrocínio Segurança Oficial
Patrocínio Praça Leitura
Patrocínio Cultural
Apoio
Apoio Cultural
Patrocínio
Patrocínio Tecnologia Oficial
Parceiro de Mídia
Realização